Como ser sábio mesmo sendo um idiota: as maravilhas da razão | Fantástica Cultural

Artigo Como ser sábio mesmo sendo um idiota: as maravilhas da razão

Como ser sábio mesmo sendo um idiota: as maravilhas da razão

Por Paulo Nunes ⋅ 29 ago. 2022
Compartilhar pelo FacebookCompartilhar por WhatsAppCitar este artigo

"Os seres humanos têm uma incrível capacidade de acreditar no que escolhem - e de excluir o que é doloroso."

Busque a verdade.
Nunca vale a pena se esconder dela.

spock star trek

Infelizmente, o ser humano não evoluiu para ser racional. Ele evoluiu para satisfazer suas pulsões naturais. Para isso, ele desenvolveu a capacidade de racionalizar os fatos, assim como seus medos e paixões, criando narrativas (verdadeiras ou falsas) para justificar seus atos e para explicar, às vezes de forma equivocada, a realidade.

Uma cultura humana mais esclarecida seguirá, antes de mais nada, a lógica, exatamente como Spock: vive-se com base nas evidências e busca-se a verdade, seja ela qual for, e independentemente de ela nos agradar ou nos beneficiar. As consequências de estar errado e persistir no erro podem arruinar uma vida, ou milhares de vidas, dependendo do nível de influência do indivíduo.

Nosso cérebro, porém, quer nos tornar escravos de nossas emoções e preconceitos, devido à forma como evoluímos: nossa mente quer nos convencer de que sempre estamos certos, e que se sentimos estar certos, é porque estamos certos. O efeito Dunning-Kruger é apenas um dos vários exemplos de nossos bugs cognitivos.

carl sagan
"Para mim, é muito melhor compreender o Universo como ele realmente é do que persistir na ilusão, por mais satisfatória e tranquilizadora que seja." — Carl Sagan, livro O Mundo Assombrado pelos Demônios.

Como o mundo é caótico e perigoso, o ser humano anseia acreditar que entende a realidade à sua volta, para se sentir seguro. Mas o cérebro é preguiçoso, e às vezes aceita qualquer explicação convincente como a palavra final. E como essas compreensões do mundo servem de alicerce para a autoconfiança das pessoas, elas tendem a rejeitar qualquer ideia contrária à sua.

E essa realidade humana só tem piorado na cultura contemporânea, uma era em que os indivíduos têm se tornado cada vez mais psicologicamente sensíveis a ideias contrárias às suas, apresentando profunda fragilidade intelectual. Entretanto, como tem apontado o comentarista Ben Shapiro, os fatos não se importam com nossos sentimentos. Se o ser humano busca evoluir e se tornar mentalmente resiliente, não lhe cabe fugir amedrontado de meros fatos da realidade, como se o conhecimento por si só fosse capaz de feri-lo.

Os seres humanos têm uma incrível capacidade de acreditar no que escolhem — e de excluir o que é doloroso. — Mr. Spock, Star Trek

Para escapar ao máximo dessa armadilha da imaturidade intelectual, aprenda a desvincular o que você sabe daquilo que você é: assim, você poderá trocar de ideias livremente quando descobrir que está errado, de forma flexível e sem ferir seu orgulho, conforme novos fatos e explicações venham à luz.

foto do autor

Paulo Nunes

Escritor, editor, ilustrador e pesquisador




SÉRIE NUM FUTURO PRÓXIMO

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

NUNCA PERCA UM POST







Merlin Capista de Livros Sobre Merlin - Capista de Livros Como Publicar seu Livro ou E-Book - Merlin Capista Criação de Capas de Livro - Merlin Capista Diagramação de Livro - Merlin Capista Portfólio de Capas de Livro - Merlin Capista Portfólio de Ilustrações e Design - Merlin Capista Orçamento - Merlin Capista de Livros Contato - Merlin capista de Livros